O efeito reconfortante de uma boa sopa é secular. O modo de preparo mudou ao longo dos séculos, transformando o alimento mais consumido pelos plebeus em prato nobre do inverno.
O valor nutritivo varia conforme seus ingredientes. Sopas feitas com legumes, verduras e carnes magras são pouco calóricas. Já os cremes, feitos com creme de leite ou leite integral e as sopas com embutidos, como linguiças são mais gordinhas.
Como no inverno o corpo gasta mais energia para manter a temperatura interna, consumir sopas nesse período ajuda o organismo no controle da temperatura corporal e diminui a sensação de fome. Mas, tente optar pelas mais leves, de fácil digestão, principalmente à noite. Deixe as mais gordurosas para vez ou outra.
E sempre faça caldo caseiro para a sopa, nada de cubinhos industrializados. Aqui, no blog tem receita.  Aqui também tem várias outras receitas de sopinhas. Neste post, opção, uma feita pelo Empório Casa Porto, com batata, alho poró e bacalhau, fica uma delícia regada de azeite.

VEJA ONDE COMER

Barão Restaurante e Choperia
(Av. Ana Costa, 547, Gonzaga). Tem quatro tipos no menu: creme de palmito (R$ 28), creme de camarão e catupiry (R$ 32), caldo verde (R$ 28) e creme de queijo brie (R$ 32).
Dona Fulô
(Rua Petrópolis, 81, Guarujá). Tem várias opções como caldo verde, caldo de legumes, canja e caldo de feijão (R$ 17); creme de abóbora com gorgonzola (R$ 19) caldo de frutos do mar (R$ 28), capeletti in brodo (R$ 24).
Empório Bolshoi
(Praça Benedito Calixto 15, ao lado da igreja da Pompeia). Festival de sopa, cada dia são três sabores como na segunda: caldo verde, creme de ervilha e creme suiço Ou na sexta: caldo verde, sopa de legumes e creme de alho poró. O cliente pode comer uma porção por R$ 18,90 ou optar pelo festival completo com uma taça de vinho (R$ 29,90).
Santo Trigo Padaria
(Av. Alm. Cochrane, 105 – Embaré). Tem quatro opções diárias, sendo que uma delas sempre é caldo verde e as outras são variadas como creme de palmito, de cebola, de ervilha, canja, entre outras (R$ 18,90/ individual). Se quiser, há a opção do festival com direito a todas as quatro (R$ 26,90). Das 18h às 22h.
Boteco do Neco
(Av. Pedro Lessa, 2.847, próximo ao Canal 4).
De terça a domingo, a partir das 18h, duas opções de sopas, sendo uma sempre caldo verde (R$ 16/ individual). Inclui cesta de pães e torradas.
Creperia da Praia
(Av. Washington Luiz, 572, Gonzaga/ Av. General San Martin, 138, Ponta da Praia e Av. Costa e Silva, 112, Praia Grande). As unidades da casa oferecem onze variedades de sopas, caldos e cremes que mudam diariamente. As sopas na tigela vêm acompanhadas de fatias de pão italiano e saem por R$ 19,90. Há também sopas funcionais (R$ 20) como abóbora com gengibre; brócolis, couve, alho poró, manjericão e abobrinha e creme de batata doce com frango. Na Ponta da Praia, há festival com sabores variados por R$ 29,90 por pessoa.
Empório Casa Porto
(Rua Epitácio Pessoa, 1, Ponta da Praia). Dois tipos de sopa, diariamente. Entre elas o exclusivo caldinho de batata, alho poró e bacalhau (receita abaixo). Todas custam R$ 19,90 e são servidas a partir das 17h30, com croutons e parmesão.
Empório Villa Borghese
(Rua Mato Grosso, 320, Boqueirão e Rua Azevedo Sodré, 144, Gonzaga). O empório tem sopas, cremes e caldos para que seus clientes possam levar para casa diariamente (exceto aos domingos), a partir das 17 h. O quilo sai por R$ 28,83.
Deck Praia São Vicente
(Rua Onze de Junho, 40, Boa Vista). Festival de sopas e massas de terça a quinta, a partir das 18h, com opções self-service (R$ 26,90 somente sopas e R$ 34,90, com massas).
Buteco do Chef
(Rua Messia Assu, 283, Boa Vista, São Vicente) Tem festival com cinco tipos de caldos e uma sobremesa da roça como canjica, arroz doce, entre outros. Valor: R$ 34,90, para comer à vontade. Acompanha ainda croutons, parmesão, bacon, torradas etc.
Torre Praia
(Rua 11 de Junho, 209, Boa Vista, São Vicente). Festival de Sopas, Cremes e Caldos de terça a domingo, a partir das 19 horas, com cinco tipos salgados, uma doce + dez tipos de acompanhamentos por R$ 26,90 por pessoa.

Novo Menu da Casa Porto- Sopa de bacalhaufotos: Alexsander FerrazRECEITA

Caldinho de alho poró com bacalhau, Empório Casa Porto

Ingredientes: 5 batatas médias raladas; 1 alho poró (metade será usado no caldo); 1 cebola; 2 dentes de alho; 2 colheres
(sopa) de manteiga; 1 cenoura; 10 folhas de louro fresco; 300g de bacalhau do porto (dessalgado).
Preparo: em uma panela coloque o bacalhau, a cenoura, as folhas de louro e água até cobrir. Cozinhe o bacalhau até ficar macio. Reserve o caldo coado e o bacalhau levemente desfiado. Cozinhe as batatas raladas no caldo do cozimento do bacalhau até estar bem cozidas (reserve). Numa panela à parte, derreta a manteiga e a cebola até ficar bem murcha. Em seguida acrescente o alho e a outra metade do alho poró picado e refogue por mais 5 minutos. Unte a batata cozida com o refogado e mexa, conserte o sal e pimenta do reino e acrescente o bacalhau cozido. Sirva com croutons e queijo ralado.
Dica: se preferir algo mais encorpado, bata no liquidificador 1/3 das batatas e junte ao caldinho.