Chefs

Morre José Hugo Celidônio

Um ano de luto para a gastronomia. Em janeiro, a morte de Paul Bocuse, pai da novelle cuisine. No mês de junho, o chef e escritor Anthony Bordain. Mês passadoa triste notícia do falecimento  do francês Joël Robuchon, recordista em estrelas do conceituado Guia Michelin  e neste domingo, faleceu, aos 86 anos, José Hugo Celidônio, um dos chefs mais importantes da gastronomia brasileira. Ele teve um mal-estar numa pizzaria no Jardim Botânico, a Ella, e não resistiu.

Ele  foi uma das  pessoas mais importantes da gastronomia nacional; um dos primeiros  a colocar vinho num restaurante e usar ingredientes brasileiros para substituir os franceses, na falta. Sua coluna foi publicada durante alguns anos pela AT Revista.

Celidônio foi um ícone no Rio de Janeiro nos anos 1980 com o Clube Gourmet num casarão em frente ao cemitério São João Batista e ao lado de um hospital, ponto improvável, mas que vivia lotado

josé