Falando sozinho

O prefeito Marco Aurélio Gomes (PSDB), de Itanhaém, resolveu não inventar moda na hora de eleger seu líder na Câmara Municipal: ele escolheu o vereador Hugo Di Lallo (PPS), que já exerceu a função em dois anos do mandato passado do tucano – 2013 e 2016. A experiência do popular-socialista como porta-voz da Administração na Casa, desta vez, tende a nem ser testada. Os dez parlamentares eleitos para a nova legislatura integram a base governista – ou seja, os discursos de oposição não serão ouvidos em plenário.  

Camaradagem

O ministro da Cultura, Roberto Freire (PPS), estará em São Vicente no próximo dia 22, aniversário da Cidade. O popular-socialista prestigiará a 35ª edição da Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, no Gonzaguinha. A vinda tem o dedo do vereador Rogério Barreto, coordenador do PPS na Baixada Santista e homem de confiança do presidente nacional do partido – não por acaso, o próprio Freire.  

Ironias da vida

Ex-secretário de Gestão de Pessoas da Prefeitura de Sorocaba, Rodrigo Maldonado (PSDB) foi preso no sábado, no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, acusado de furto. Em março de 2016, ele participou de uma manifestação anticorrupção. Postou a seguinte mensagem nas redes sociais: “Chega de PT, chega de corrupção. Não vamos desistir do Brasil”.  

Selo de garantia

O novo prefeito de Cubatão, Ademário Oliveira (PSDB), afirma estar recebendo com serenidade as críticas sobre ter optado por um secretariado composto na sua maioria por especialistas de fora da Cidade. “Recebi com satisfação , no dia 1º, um telefonema do prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão (PSDB), me parabenizando por ter nomeado apenas técnicos para dirigir as secretarias municipais”, diz o tucano. “Vindo dele, um chefe de Executivo bem sucedido como administrador e político, é sinal de que estou no caminho certo”.