medicina

Da Medicina do Trabalho à Saúde do Trabalhador 2

Conforme prometi na quinta-feira, continuamos acompanhando a exposição do médico Gilmar Cosenza, da Medicina do Trabalho, surgida com a Revolução Industrial simplesmente pela preservação da força do trabalho, passando pela Saúde Ocupacional, com a ênfase na saúde e não na doença, mas ainda com a preocupação da manutenção do processo produtivo, até a Saúde do Trabalhador. “Os mitos de limite de tolerância e de exposição segura, que fundamentaram a intervenção da Saúde Ocupacional, da Higiene Industrial e da Toxicologia por mais de 50 anos foram desacreditados pelos estudos que demonstraram a ocorrência de danos para a saúde em condições presumivelmente seguras”.  Gilmar Cosenza destaca o “caráter social do processo saúde doença e sua articulação com o processo de produção”, pois “não é determinado apenas no âmbito da fábrica ou da produção”. A análise da saúde do trabalhador deve considerar “os riscos gerados pelos processos de trabalho particulares – poeiras, ruído,…

medicina

Da Medicina do Trabalho à Saúde do Trabalhador

Há muito tempo defendo que os peritos que analisam a capacidade laboral das pessoas, especialmente os do INSS, deveriam ser desta área da Medicina; podem necessitar de exames e análises de especialistas em outras áreas, como ortopedistas, infectologistas ou psiquiatras, mas o fundamental para a análise pericial, tanto sobre a incapacidade quanto sobre nexo causal e sequelas, é a relação entre a atividade e o mal. De qualquer forma, a especialidade médica sobre a saúde do trabalhador surgiu com a Revolução Industrial e teve seu desenvolvimento dentro das conquistas sociais dos trabalhadores. Para incluir o tema neste blog, conversei com o médico especialista Gilmar Cosenza, recebendo dele um bom relato sobre a evolução “Da Medicina do Trabalho à Saúde do Trabalhador”. A Revolução Industrial nos apresenta a Medicina do Trabalho, “como resposta às necessidades do processo produtivo, assegurando a preservação da força de trabalho”. Gilmar salienta que a ênfase estaria…