Futebol

Argentina se livra de Bauza, mas só tem dois nomes capazes de dar jeito na seleção

Já vai tarde Mais que esperada, a demissão de Edgardo Bauza do cargo de treinador da seleção da Argentina era necessária para que nossos vizinhos voltassem a ter esperança de, um dia, mostrar um bom futebol de novo em campo. Claramente, a Associação de Futebol Argentina (AFA) tenta repetir o sucesso que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) teve ao se livrar de Dunga e contratar Tite. Mas, dessa vez a aposta não pode ser a errada. Duas opções Por mais se queira dar voltas e mais voltas e pensar em planos mirabolantes, apenas dois nomes oferecem hoje a credibilidade necessária para fazer a seleção argentina jogar bola novamente: Jorge Sampaoli e Diego Simeone. Resta saber se a nova direção da AFA tem isso de forma clara na cabeça. Se o técnico que for contratado não for um destes dois nomes, já chegará ao posto muito pressionado e com chances…

Futebol

Sul-Americana turbinada, Leicester imparável e dica de jogaço nas curtinhas do dia

Olá a todos que acompanham o Blog Futebol Internacional. A partir desta postagem, farei um experimento. Por alguns dias, deixarei de fazer um texto com tema único e apontarei, em várias notas, o que de mais importante vem acontecendo no futebol do exterior. Espero que vocês gostem, curtam, compartilhem e critiquem, por que não? Sem perder tempo, vamos aos destaques desta quarta-feira (5). Sul-Americana 2017 As mudanças feitas pela Conmebol e pela CBF no calendário do futebol em 2017 irão proporcionar a partir desta semana aos clubes brasileiros uma experiência inédita: tratar com respeito e a devida valorização a Copa Sul-Americana. Com datas espalhadas pelo ano todo e sem a necessidade absurda de dividir espaço com a Copa do Brasil, por exemplo, a competição tem tudo para cair no gosto da torcida, deixando de ser pejorativamente encarada como um tipo de Série B da Copa Libertadores. Desafios O que esperar dos…

Futebol

Desafio da Seleção de Tite é não acabar como o último Brasil que goleou o Uruguai em Montevidéu

Se você se surpreendeu com a sensacional goleada de 4 a 1 aplicada pela Seleção Brasileira sobre o Uruguai, fique tranquilo, pois há motivos para isso. Só duas vezes em 101 anos de confrontos o Brasil conseguiu marcar quatro gols nos uruguaios jogando em Montevidéu. Trata-se de um feito bem raro. Uma foi nesta quinta-feira (23), como todos sabemos, e a outra em 2009, quando o time treinado por Dunga fez 4 a 0 em nossos vizinhos. Coincidência ou não, o desafio de Tite agora é não cair no mesmíssimo conto do vigário vivido pelo Brasil de oito anos atrás que citei, quando o grupo formado por Kaká, Elano, Robinho, Júlio César, Luís Fabiano e companhia limitada atingiu seu pico de performance antes da hora e não segurou a onda até a Copa do Mundo da África do Sul, fazendo a primeira era Dunga terminar amargamente após a fatídica derrota…

Futebol

Seis motivos para você ver o grande clássico Uruguai x Brasil sem piscar os olhos

Brasil e Uruguai enfrentam-se nesta quinta (23), às 20h, pela 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Espera-se um grande jogo e, por isso, o Blog Futebol Internacional lista seis motivos que fazem por merecer você sair mais cedo do trabalho, adiantar ou atrasar o jantar, reunir os amigos e até desmarcar compromissos para conferir este grande clássico do futebol mundial 1 – Os melhores  Brasil e Uruguai ocupam as duas primeiras colocações na competição. Os brasileiros lideram com 27 pontos, seguidos pelos rivais de quinta-feira, que têm 23. Ou seja, a promessa é de um ótimo duelo em Montevidéu, sendo um teste grandioso para Tite, que até aqui não perdeu um ponto sequer em sua passagem como treinador da Seleção Brasileira. 2 – Fator casa  Dos 23 pontos uruguaios, 18 foram conquistados no Estádio Centenário, o local do clássico desta semana. Chile, Colômbia e Venezuela…