Futebol

Muito prazer, o nome desse zagueiro é Dante

Assim que Felipão divulgou a lista de convocados para o amistoso contra a Inglaterra no dia 6 de fevereiro, ouvi de pelo menos cinco pessoas – em um intervalo de dois minutos – a mesma pergunta: quem é Dante? Pois vamos responder a esta pergunta de forma objetiva: Dante é um zagueiro de 29 anos que joga desde os 20 na Europa e hoje é titular do Bayern de Munique, um dos clubes mais ricos e importantes do planeta. No Brasil, o até outrora desconhecido Dante defendeu as cores do Juventude, mas ninguém lembra disso muito bem no Rio Grande do Sul. Talvez nem ele, que depois rodou por clubes belgas e franceses até assinar um humilde contrato com o Borussia Mönchengladbach em 2009. Lá, fez parte do projeto de reconstrução da equipe e ajudou a colocar o modesto time na Liga dos Campeões da Europa 2012/2013. Um feito! Seu…

Futebol

Brasil dá vexame e show de falta de vontade no Sub-20

Você está lendo este texto na segunda (21), mas saiba que eu o escrevi na noite de sexta (18), cerca de 10 minutos após o Brasil ser eliminado pela apenas esforçada seleção do Peru no Campeonato Sul-Americano Sub-20. Portanto, tudo o que não consigo é ser racional no momento. O que pode ser até bom, pois parece que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) precisa de um choque de gestão imediato nas categorias de base. O Brasil não era eliminado na 1ª fase dessa competição desde 1971. O vexame aumenta ainda mais quando paramos para pensar que somos os atuais campeões Sub-20 da América do Sul e do Mundo, ambos em 2011. Tudo bem que nem todo ano teremos uma geração de gênios como Neymar, Lucas e Oscar no mesmo time. Só que isso não ameniza o fato de termos saído do Sul-Americano de 2013 com uma vitória em quatro…

Futebol

Jogos históricos – Brasil 2×1 Gana – 1993

Depois do vexame da Seleção Brasileira no Campeonato Sul-Americano Sub-20 de 2013, nada melhor do que voltar ao passado e lembrar uma decisão histórica das categorias de base. O Mundial Sub-20 de 1993 foi disputado na Austrália e teve em 20 de junho daquele ano uma emocionante final entre Brasil e Gana. Os brasileiros venceram por 2 a 1, mas tiveram um trabalho danado para segurar os africanos. Prova disso é que Gana saiu na frente, com um gol de cabeça muito estranho feito por Duah, que encobriu o goleiro Dida no lance e dançou muito para comemorar o feito. Pena que, depois, ele sumiu do mapa e não vingou no futebol. Ao Brasil, restou somente correr o dobro para não ficar atrás e garantir o título. E a virada veio apenas na etapa final, com os gols marcados pelos talentosos Yan e Gian. Curioso perceber que, daquele time, o…

Futebol

Mano Menezes achou uma Seleção Brasileira decente

Ao cravar na última quarta-feira que os Estados Unidos tinham tudo para ganhar do Brasil, eu confesso que não esperava muita coisa da Seleção comandada por Mano Menezes. Até porque, em quase dois anos de trabalho, o time comandado pelo ex-técnico do Corinthians não empolgava uma só alma. Já os americanos vinham de cinco vitórias, sendo que uma delas fora conquistada na Europa, contra a Itália. No entanto, tomei um susto: finalmente Mano fez o Brasil ser decente. Aí, meu amigo, azar dos Estados Unidos, da Dinamarca ou de quem aparecer pela frente. Tenho um medo enorme de tirar conclusões precipitadas a essa altura da vida, mas fazia tempo que a Seleção Brasileira não me deixava tão empolgado. Ao ver o jogo de quarta-feira, em que os americanos levaram um surpreendente 4 a 1 em plena Washington, parecia o time de Dunga em campo. Com garra, vibração e vontade exalando….