Futebol

Ruy Ramos aconselha Neymar a sair do Brasil antes da Copa do Mundo de 2014

O Blog Futebol Internacional publica entrevista exclusiva com o ex-jogador Ruy Ramos. Brasileiro naturalizado japonês, ele começou a jogar no Yomiuri, em 1977. Seguiu por lá até o futebol do Japão se tornar profissional, em 1993, com o surgimento da J-League. Ruy foi bicampeão nacional pelo Verdy Kawasaki em 1993 e 1994. O tri bateu na trave em 1995. Além disso, foi o camisa 10 da seleção japonesa nos anos 90. E tem várias histórias para contar. Ruy Ramos hoje é treinador do Japão. Mas no futebol de areia, acredita? Na entrevista abaixo, ele abre o coração e diz que pretende acompanhar de perto o desenvolvimento de mais este esporte no país do sol nascente. Só que a saudade de ver a bola rolar no campo é maior e Ruy quer se tornar treinador em 2013. Será que alguma equipe dará uma chance a ele? Confira abaixo o que de…

Futebol

Jogos históricos – Japão 2×2 Iraque – 1993

Conhecido como A Batalha de Doha, o jogo disputado em 28 de outubro de 1993 foi o pesadelo de milhões de japoneses. A seleção nipônica, 19 anos atrás, ainda estava em busca da primeira participação em uma Copa do Mundo. O futebol tornara-se profissional anos antes, a J-League fora criada em 1993 e, do nada, todo mundo passou a direcionar os olhos ao Japão. O time era a bola da vez. Com todo esse ambiente, o selecionado japonês entrou em campo precisando de só uma vitória contra o Iraque. Os dois miravam a chance de jogar a Copa do Mundo dos Estados Unidos. Era a última rodada das Eliminatórias da Ásia. Seis países se matavam por duas vagas. Quem imaginaria que o Japão, endinheirado e cheio de jogadores de qualidade, se enrolaria contra o Iraque? Pois é… O jogo foi disputado em Doha, no Catar. A Confederação Asiática de Futebol,…

Futebol

Técnicos brasileiros sofrem com péssimo começo de temporada no Japão

O ano de 2012 não está bom para os treinadores brasileiros que aceitaram o desafio de atravessar o planeta e comandar equipes do Japão. O Campeonato Japonês chegou no final de semana à sua 5ª rodada e a coleção de maus resultados dos técnicos tupiniquins assusta quem analisa os números. E amedronta quem se arrisca a ver os jogos pela internet. Jorginho, que deu nó em pingo d’água e fez o Figueirense ter um 2011 incrível, vem sofrendo uma derrota atrás da outra no comando do Kashima Antlers. Nelsinho Batista, comandante do Kashiwa Reysol, padece com o início irregular de sua equipe. José Carlos Serrão conseguiu a façanha de ser demitido pelo Gamba Osaka após míseros cinco jogos pelo clube. A única e honrosa exceção tem sido Sérgio Soares, que em entrevista ao Blog Futebol Internacional, duas semanas atrás, deixou claro que o objetivo maior do Cerezo Osaka este ano…

Futebol

Sérgio Soares quer o título japonês de 2012

Sérgio Soares, treinador brasileiro que comanda desde dezembro o Cerezo Osaka – um dos principais times do Japão – não tem dúvidas de que, com o elenco forte em mãos, tem como objetivo principal na temporada conquistar o título japonês. Ele concedeu entrevista exclusiva ao Blog Futebol Internacional, de A Tribuna On-Line, e elogiou a estrutura do clube. Além disso, o treinador que levou o Santo André ao vice-campeonato paulista em 2010 e passou pelos bancos de Paraná Clube, Atlético Paranaense, Ponte Preta e São Caetano destaca o poder dos jogadores japoneses de compreender os seus pedidos táticos e executar dentro das quatro linhas o que foi pedido nos vestiários. Esta não é a primeira passagem de Sérgio Soares pelo Japão. Em 1996, quando ainda era jogador e atuava no meio, ele defendeu as cores do Kyoto Purple Sanga, o que facilitou sua adaptação ao desafio que tem em 2012….