Roberto Debski

11406629_1655461268009192_471094291656647963_o
Roberto Debski mora em Santos e é formado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos e em Psicologia pela Universidade Católica de Santos.

É especialista em homeopatia e acupuntura e, em suas diversas abordagens sobre Saúde, estimula uma mudança ativa nas atitudes e estilo de vida dos pacientes para melhorar os resultados dos tratamentos clínicos.

 

 

 

 

15 comments

  1. afiliado organico

    conteúdo de qualidade eu só encontrei mesmo neste site (digo sobre este tema claro) por favor nunca deixe morrer este projeto.

    1. Roberto Debski

      Gratidão pelo apoio! Continue conosco, enviando sugestões e comentários. O Mais Saúde continuará divulgando saúde e qualidade de vida!
      Abraços.

  2. Sheila

    Muito bom seu conteúdo, sempre procuro me informar mais a respeito deste tema, ainda mais porque sou afiliado e estou lutando neste mercado.

  3. FLAVIA CORDELLA

    Gostaria de entrar num assunto polêmico e preocupante ao mesmo tempo Febre Amarela, porque a cidade de Santos, sendo uma cidade turística, não tem tido a preocupação adequada com a doença? Não temos visto muita movimentação com relação a vacinação e outra coisa, várias cidades do interior tem atuado com inseticidas passando pelas ruas da Cidade.. A preocupação de todos é referente ao carnaval, onde várias pessoas virão pra cidade e não sabemos se essas pessoas não estão contaminadas.
    A Baixada Santista é celeiro de mosquito, haja vista a dengue o quanto tivemos de casos aqui na baixada, não vejo nada sendo feito, vacinas ok, mas porque não tratamos na causa que é a eliminação dos mosquitos? Cadê o prefeito e os vereadores dessa cidade??????

    1. Roberto Debski

      Grato por sua colocação Flavia. O blog Mais Saúde está continuamente a favor da qualidade na saúde, principalmente no que diz respeito à prevenção das doenças e promoção da saúde, caso da vacinação.
      Abraço.

  4. Iracema

    Dr Roberto, boa tarde.

    O senhor acha que um processo de coaching pode ajudar um jovem com Sindrome de Asperger?
    Ja faz terapia ha muitos anos, porem acho que um coach talvez possa ajuda-lo mais no alcance das metas a serem atingidas e trabalhando tambem a parte de interação social…..Grata

    1. Roberto Debski

      Olá Iracema, o blog Mais Saúde agradece sua contribuição.
      O coaching é um processo orientado a conquista de metas em diversas áreas da vida.
      Cada caso deve ser avaliado em suas peculiaridades a fim de descobrirmos se há ou não a indicação de passar pelo processo coaching.
      Procure a avaliação de um profissional capacitado da área a fim de descobrir todo o potencial possível neste seu caso.
      Abraços.

  5. jorge

    pasei por nervoso e a pressao subiu e me receitarao capitopril 25 resolvel mais senti fraqueza palides sudores
    e zumbido no ouvido percebi que ao tomalo perdia peso tbm ai tomei metade e mesmo assim continuou esses sintomas olha que so tomo quando almenta porque a minha pressao e emocional

    1. jorge

      resolvi parar porque procurar ajuda medica porque me sinto desidratado muita fraquesa e cabeça apertando nao sei se tem aver

      1. Roberto Debski

        Jorge, a automedicação e a suspensão ou alteração de medicamentos prescritos, por conta própria podem ser um risco à sua saúde.
        Procure orientação do seu médico, que é o profissional indicado para ajustar as doses das medicações prescritas, mudar os medicamentos ou mesmo encaminhá-lo a outro especialista para modificar seu tratamento. O blog Mais Saúde agradece sua participação. Abraços.

    2. Roberto Debski

      Jorge, a automedicação e a suspensão ou alteração de medicamentos prescritos, por conta própria podem ser um risco à sua saúde.
      Procure orientação do seu médico, que é o profissional indicado para ajustar as doses das medicações prescritas, mudar os medicamentos ou mesmo encaminhá-lo a outro especialista para modificar seu tratamento. O blog Mais Saúde agradece sua participação. Abraços.

    3. Roberto Debski

      Jorge, a medicação prescrita por seu médico não deve ser alterada sem que converse e busque orientação com o mesmo.
      Entre em contato com seu médico e tire todas suas dúvidas.
      O blog Mais Saúde agradece sua participação.

  6. Regina Helena de Paiva Ramos

    Olá Dr Debski
    Sou filha de um médico homeopata – um dos primeiros de São Paulo, falecido em 1983 e publiquei agora um livro sobre ele.
    Tomo a liberdade de lhe mandar o release e gostaria de saber seu endereço para lhe enviar o livro.

    “O livro de meu pai. Um quase romance”

    O médico Manoel de Paiva Ramos, que passou da alopatia à homeopatia na década de 40 é retratado por sua filha, a jornalista Regina Helena de Paiva Ramos em “O livro de meu pai. Um quase romance”. O lançamento ocorrerá em São Paulo, na Associação Paulista de Homeopatia no dia 14 de julho das 11h30 às 14 horas.
    “Digo que é “um quase romance” por que a vida dele foi movimentada, aventurosa, audaciosa, invulgar. Um homem que afrontou a sociedade da época e a classe médica na década de 40 tornando-se homeopata não é uma pessoa comum. Não foi pioneiro apenas nisso. Na década de 20 voltou de especialização em pediatria na Alemanha trazendo os germes do kefir e do iogurte que passou a ministrar a seus clientes. Novidade, essa, que ninguém conhecia no país, tanto que houve resistências. Ficou apenas nisso? Não. Atuou junto a Assis Chateaubriand na “Campanha de Redenção da Criança”, cuja meta era um centro de puericultura em cada cidade brasileira. Fez cursos de radiestesia, de hipnotismo, de acupuntura. E se jogava entusiasticamente em tudo o que pudesse curar.”
    A autora: Formada na 4ª turma da Faculdade de Jornalismo “Cásper Líbero” em 1953, trabalhou nos jornais A Gazeta, A Tribuna da Imprensa e Correio da Manhã (Rio de Janeiro), O São Paulo, tevês Excelsior e Bandeirantes, revistas Manchete, Joia, Casa e Jardim, Fatos e Fotos, Construção em São Paulo. Aposentou-se na revista Visão no cargo de editora de “País”.
    Publicou “Isso é Definitivo?” ( Contos – Melhoramentos, 1986) – “As Duas Noras”, (Contos – Musa Editora – 2005) – “Mata Atlântica – Vinte Razões para Amá-la” (Musa Editora, 2010) – “Mulheres Jornalistas – A Grande Invasão” (Imprensa Oficial -2015)
    Em 2004 teve a peça “E agora o que eu faço com o pernil?” montada por Rosamaria Murtinho e Claudio Cavalcanti, dois anos em cartaz no Rio de Janeiro, em São Paulo e em capitais brasileiras. Virou livro em 2016 pela Giostri Editora.
    Secretária de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de São Sebastião. Fundadora das sociedades de amigos – SAMJU (Juquehy) e Federação Pró Costa Atlântica (São Sebastião).
    Tem um blog: http://www.escrevinhacoesdaregina.wordpress.com O livro está à venda na editora e pode ser solicitado pelo e-mail pedido@rgeditores.com.br ou pelo telefone 11 – 3230.8676

    1. Roberto Debski

      Parabéns Maria Helena por seu livro, e que bela história a de seu pai, me identifiquei muito!
      Agradeço por participar do blog Mais Saúde, e por oferecer seu livro. Já o recebi e lerei em breve.
      Certamente será um prazer lê-lo. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.