Atualidades

Xô pessimismo! É hora de mudar os maus hábitos!

Pessimismo, reclamar de tudo, mau humor, procrastinação, vícios em geral, comportamentos autodestrutivos  e autodepreciativos são hábitos negativos. Todos se perguntam se existe alguma técnica para eliminar esses comportamentos, comum em tantas pessoas? Qual a explicação para os hábitos em nosso cérebro? Hábitos são comportamentos automáticos, que aprendemos, incorporamos e realizamos rotineiramente, quando desencadeados por algum gatilho. Podem ser criados em qualquer fase da vida, mas aprendemos principalmente modelando nossos pais, pessoas de nossa família, e com quem convivemos habitualmente. Quando um comportamento se mantém por tempo suficiente, diversos neurônios, que são as células cerebrais e que se comunicam, estabelecem ligações, chamadas redes neurais, que são ativadas quando certos estímulos, chamados gatilhos, acontecem. Por exemplo, se fomos criados por uma mãe, ou pai, que tinham o hábito de reclamar rotineiramente de algo, aprendemos esse padrão de comportamento, e, apesar de imaginar o contrário, quando crescermos teremos a tendência a repetí-lo. Assim,…

Dicas de saúde

Conheça Shiatsu, a massagem milenar oriental

O Shiatsu é uma massagem de origem milenar, oriunda do oriente, cuja base é a medicina tradicional chinesa e a medicina oriental, e tem a finalidade de melhorar a saúde e trazer o bem estar. Shiatsu é uma palavra de origem japonesa que significa pressão (“atsu”) com os dedos (“shi”), mas pode ser feita também com os cotovelos, palma das mãos, e joelhos. A massagem shiatsu é realizada com o paciente na posição deitada. Podem ser utilizados óleos essenciais. O terapeuta realiza pressão em pontos de regiões em que há dor ou tensão, e nos pontos de acupuntura tradicional e caminho dos meridianos, com a finalidade de promover a circulação da energia (“Qi”) e do sangue, o relaxamento muscular e a analgesia. O Shiatsu pode ser uma técnica utilizada no contexto das práticas integrativas, junto à outras técnicas, orientais como a acupuntura, ou também convencionais como medicamentos. É indicada para…

Alerta Saúde

Dor, sinal de perigo! Nossa mente pode ajudar a aliviar a Dor?

Muitos questionam se nossa mente pode ser uma aliada na cura ou na convivência com a dor, seja ela aguda ou crônica. A dor é uma experiência sensorial (dos sentidos) e emocional desagradável, e pode ser associada a uma lesão dos tecidos, real ou potencial. Há diferenças entre a dor aguda e a crônica, em termos de causa e também em relação ao tratamento. A dor aguda na maioria das vezes é decorrente de uma doença, lesão ou inflamação de tecidos e estruturas do corpo. É uma dor que acontece abruptamente, após um traumatismo, inflamação ou infecção, ou cirurgia. Pode por vezes vir acompanhada de sintomas emocionais como ansiedade ou angústia. Podemos na maioria das vezes diagnosticar a causa e tratar a dor aguda. Ela é geralmente limitada a um período de tempo. Por vezes a dor aguda pode persistir e se transformar em uma dor crônica. A dor crônica…