Atualidades

Amor platônico ou amor vivido, qual escolher?

O amor platônico na atualidade é um amor idealizado, que uma pessoa nutre em relação a alguém que julga inacessível e inalcançável, sendo vivido solitariamente, distante da realidade, e que não se concretiza. É um amor irreal e imaginado, em resumo, um amor infantil, de alguém que cria em sua fantasia um personagem inventado, ideal e irreal, a quem não conhece, se apega e nutre sentimentos que não se concretizarão em momento algum. É o amor criado por pessoas que imaginam mas não agem, mantém uma relação que só existe para elas mesmas, sem a participação do outro, pessoa idealizada, que nem ao menos sabe ser o alvo deste sentimento. As pessoas mais propensas a viver esse tipo de amor são aquelas que se sentem inseguras para viver uma relação real, com todos os riscos e desafios que o convívio e a descoberta de si e do outro exigem, porisso mantém…

Atualidades

Ter um pet e levá-lo ao trabalho pode melhorar a saúde, o bem estar e a produtividade

Hoje em dia cada vez mais as pessoas buscam ter um animal de estimação e também se ouve falar em empresas “pet friendly”, que permitem e incentivam as pessoas a levar seus pets ao trabalho. Mas será que este comportamento é realmente benéfico? E quais os efeitos de conviver com algum animal doméstico no dia a dia? É muito positivo o fato de ter e conviver com um animal de estimação. Os pets proporcionam uma ampliação do afeto, do cuidar e ser cuidado, de sentir-se útil, amar e ser amado sem outros interesses, uma qualidade de amor incondicional. Várias pesquisas demonstram o efeito benéfico para a saúde física e mental de pessoas que têm animais de estimação. Crianças se conectam afetivamente, portadoras de distúrbios neurológicos melhoram de seus sintomas, idosos passam a ter companhia, sentir-se bem por cuidar e tornam-se mais ativos fisicamente e sentem menos solidão. Ter um animal…

Comportamento e Saúde

Participe dia 28 de março da palestra gratuita “Como curar os Relacionamentos Afetivos. Por que as pessoas sofrem por amor?”, com Roberto Debski

O amor é a palavra mais falada, declamada e cantada pela humanidade. Uma busca universal. As pessoas procuram o amor, anseiam por um relacionamento que as faça felizes, mas acabam por viver relacionamentos vazios e insatisfatórios. Quando rompem, esperam que o próximo relacionamento finalmente as fará plenas, porém, surpreendentemente, o novo parceiro é muito parecido e repete o padrão dos anteriores. A visão sistêmica e as constelações sistêmicas familiares nos mostram que nos relacionamentos seguimos inconscientemente certos padrões familiares e, por vezes, nos bloqueamos ao fluxo saudável do amor, por fidelidade a alguém da família, que também não conseguiu viver uma relação afetiva plena, além de outras possíveis causas de sofrimento nos relacionamentos. O amor nas famílias também passa por dificuldades e observamos crises entre irmãos e pais e filhos. Para que o amor flua nas famílias trazendo o crescimento e levando todos a um destino mais saudável, é necessário…