Alerta Saúde

É normal sentir dor quando envelhecemos?

Com o passar do tempo, durante e vida e decorrente do processo de envelhecimento, podem acontecer diversas lesões, fraturas e traumatismos, doenças osteoarticulares e reumatológicas como a artrose, dor devida à outras doenças crônicas que causam neuropatia como o diabetes mellitus, fraturas na coluna e em demais ossos, pela osteoporose na velhice, além de outras doenças, inclusive problemas emocionais, que causam dor física e emocional. Muitos perguntam se todos devem sentir algum tipo de dor em algum momento, à medida que o corpo envelhece, ou se investir em qualidade de vida pode reduzir a incidência de dor. Esse processo se dá de maneira diferente para cada pessoa, e depende diretamente dos cuidados com e a promoção da saúde, a prevenção das doenças, e a manutenção da qualidade de vida. Aqueles que cuidam da saúde, preservam a força e o tônus muscular através de atividade física regular, têm uma alimentação saudável…

Dicas de saúde

Conheça Shiatsu, a massagem milenar oriental

O Shiatsu é uma massagem de origem milenar, oriunda do oriente, cuja base é a medicina tradicional chinesa e a medicina oriental, e tem a finalidade de melhorar a saúde e trazer o bem estar. Shiatsu é uma palavra de origem japonesa que significa pressão (“atsu”) com os dedos (“shi”), mas pode ser feita também com os cotovelos, palma das mãos, e joelhos. A massagem shiatsu é realizada com o paciente na posição deitada. Podem ser utilizados óleos essenciais. O terapeuta realiza pressão em pontos de regiões em que há dor ou tensão, e nos pontos de acupuntura tradicional e caminho dos meridianos, com a finalidade de promover a circulação da energia (“Qi”) e do sangue, o relaxamento muscular e a analgesia. O Shiatsu pode ser uma técnica utilizada no contexto das práticas integrativas, junto à outras técnicas, orientais como a acupuntura, ou também convencionais como medicamentos. É indicada para…

Alerta Saúde

Analgésicos! Devemos ter muito cuidado com esses medicamentos tão úteis.

No último post o blog Mais Saúde comentou as diversas causas de dor nas costas, e os tratamentos não medicamentosos. Hoje abordaremos os medicamentos analgésicos, e felaremos sobre sua utilidade e papel no tratamento da dor. A dor é uma condição que pode ser altamente restritiva e incapacitante. A dor aguda tende a se resolver em curto período de tempo, mas a dor crônica tem longa duração e é capaz de alterar o emocional de forma muito negativa, trazendo sofrimento intenso e até contribuindo para desencadear um quadro de depressão. Para tratar a dor através de medicamentos, há diversas apresentações, inclusive os de uso tópico como géis, pomadas e também adesivos, que possuem ação nas dores crônicas. O médico assistente deve ser consultado para avaliar e indicar o tipo de tratamento mais adequado para cada paciente e sua patologia. Os tipos de analgésicos são: os analgésicos simples como o paracetamol, acetaminofen,…

Alerta Saúde

Dor nas costas! Qual o papel do estresse e das emoções?

A dor nas costas é uma das principais queixas de atendimento nos consultórios e ambulatórios, e também uma das principais causas de afastamento do trabalho. Existem inúmeras disfunções e doenças que causam dor nas costas, dentre elas as lesões osteomusculares, inflamações, alterações articulares, vertebrais, posturais, protusões discais e outras. O estresse pode causar dor nas costas por gerar tensão e contratura muscular, principalmente nas regiões lombar e da cintura escapular, que é a região alta das costas, ombros e cervical. Mas como saber quando a dor é causada pelo estresse emocional e não por outros fatores como má postura, alterações osteomusculares, hérnia de disco ou lesões por trauma, dentre outras? O paciente com dor nas costas persistente deve procurar atendimento médico, com um clínico ou ortopedista, para que este possa avaliar, examinar, solicitar exames complementares quando indicados, a fim de fazer um diagnóstico da causa exata da dorsalgia e iniciar…