Alerta Saúde

A longevidade é hereditária, depende de fatores ambientais e comportamentais, ou ambos?

Diversas correntes de pesquisa nas ciências investigam o papel da genética e do ambiente e do comportamento na longevidade. Novas descobertas provam que quanto mais longevo, maior o papel da genética, mas ainda há diversos outros fatores envolvidos. Dr. George Vaillant, psiquiatra, por mais de três décadas foi o principal condutor do estudo longitudinal multicêntrico Grant Study, que acompanhou o envelhecimento de 268 alunos da Universidade Harvard durante mais de sete décadas. Seu trabalho gerou descobertas importantíssimas para o entendimento da longevidade saudável, publicados também no livro “Triumphs of Experience” (Triunfos da Experiência em tradução livre) escrito por ele, mostrando os fatores fundamentais para o envelhecimento saudável. Os fatores importantes para a longevidade saudável descobertos em seu estudo são sete, continue lendo para conhecê-los:

Curiosidades em saúde

Cérebro, o maestro da orquestra!

O cérebro é o órgão que coordena todas funções de nosso organismo, como um maestro rege uma orquestra. Esse órgão de menos de 2 quilos, que não chega a 3% do peso total do corpo recebe cerca de 25% de nossa circulação arterial, e tem um metabolismo energético altíssimo. Não consegue viver por mais de poucos minutos sem oxigênio, é uma estrutura altamente complexa e ainda não totalmente desvendada pela ciência. O sistema integrado Corpo-Mente interage com estímulos externos perceptíveis e não perceptíveis ao nosso redor e à distância, e internos de nosso psiquismo e fenômenos orgânicos, o que determinará nossas condições de saúde física e mental. Como um todo, o corpo interfere e interage com a mente, e vice versa. As doenças somáticas ou orgânicas são aquelas que se manifestam no corpo (soma). Desde as doenças funcionais como alergias, inflamações agudas, infecções virais e bacterianas até as doenças crônicas…

Envelhecimento Saudável

Como atingir os 100 anos de maneira saudável? Parte 8. É POSSÍVEL IMPEDIR O ENVELHECIMENTO?

É possível viver mais anos de vida mantendo nossa saúde? Quais ações favorecem conquistar a longevidade saudável? O que ajuda e o que atrapalha? Podemos influenciar este processo? Ou será que o envelhecimento não depende de nada que possamos fazer? Respondendo à questão básica desta série, SIM, É POSSÍVEL ENVELHECER COM SAÚDE E PROLONGAR A VIDA. Este é o oitavo post da série sobre Longevidade Saudável, trazendo dados sobre pesquisas que demonstraram como viver mais anos, com mais saúde. Neste post abordaremos se é possível evitar o envelhecimento com os conhecimentos científicos que temos na atualidade. Na opinião da comunidade científica, o envelhecimento ainda é considerado inevitável, embora alguns pesquisadores afirmem que ele poderá ser evitado ou ao menos fortemente reduzido em um futuro próximo. Os pesquisadores sabem que não há como escapar do envelhecimento e da morte. Os médicos nunca salvam a vida, o que fazemos quando conseguimos conscientizar…

Envelhecimento Saudável

Como atingir os 100 anos de maneira saudável? parte 3, O METABOLISMO E A LONGEVIDADE.

  É possível aumentar os anos de vida e ainda manter a saúde? Como podemos agir para conquistar a longevidade saudável? O que ajuda e o que atrapalha? Temos alguma influência neste processo ou não há nada que possamos fazer para envelhecer bem? Esta é uma série de dez posts semanais nos quais responderemos à estas perguntas e mostraremos resultados de pesquisas que avaliaram como viver mais anos, de maneira saudável. Abordaremos vários temas: o avanço da longevidade, o que atrapalha a conquista da longevidade, cuidados com a saúde, o metabolismo e a saúde, influência do emocional e da mente na longevidade, por que as mulheres são mais longevas, o papel dos hormônios na longevidade, medicina genética, é possível ou é um mito não envelhecer, é biologicamente possível ou não prolongar a vida, os radicais livres e o envelhecimento, o papel dos alimentos antioxidantes, da reposição hormonal, da dieta balanceada,…