Alimentação Saudável

Conexão corpo-mente gerando saúde ou desencadeando doenças. Parte 3

Nesta série de posts, o blog Mais Saúde faz reflexões a respeito da conexão corpo-mente e suas implicações para a saúde e qualidade de vida. Neste terceiro e último post desta série traremos exemplos de práticas integrativas e hábitos saudáveis a serem inseridos em nossa rotina, seu papel na promoção da saúde e na prevenção das doenças.

Alerta Saúde

Conexão corpo-mente gerando saúde ou desencadeando doenças. Parte 2

Pesquisas recentes demonstram a correlação entre problemas de saúde mental e problemas físicos, que podem gerar um ao outro, devido às complexas conexões existentes entre o corpo e mente, que se comportam como um sistema integrado, como comprovado por áreas de estudo, dentre elas a psiconeuroimunoendocrinologia e sua visão sistêmica da saúde e da doença. No post anterior falamos sobre como a abordagem da medicina convencional isoladamente tem se mostrado ineficiente, evidenciando a necessidade da mudança de estilo de vida para a saúde. Neste segundo post desta série continuaremos abordando este tema com novas informações, os desafios da medicina e as opções de tratamento, incluindo as práticas integrativas.

Alerta Saúde

Esquizofrenia é uma doença mental. É preciso diagnosticar e tratar. Parte 1

A esquizofrenia é uma doença psiquiátrica crônica, com múltiplos sintomas, que requer continuidade de tratamento durante toda a vida. A esquizofrenia atinge cerca de 1% da população mundial e quando se manifesta, frequentemente o faz entre o final da adolescência e início da vida adulta. O nome da doença foi dado pelo psiquiatra suíço Bleuler no início do século XX, e tem origem nas raízes gregas schizo (cindir, dividir) e phren (mente), o que mostra que se acreditava que a mente estaria cindida nos pacientes esquizofrênicos.

Atualidades

Musicoterapia. A cura através da música!

Estudos recentes evidenciam os efeitos benéficos da música, que é uma terapia não farmacológica, na redução da dor pós cirurgias, na melhora da memória e da qualidade de vida em pacientes com demência senil, na interação social, na coordenação motora e na resposta aos tratamentos convencionais, na reabilitação de doenças neurológicas, na redução da pressão arterial e dos hormônios do estresse e no aumento da vitalidade e do dinamismo. Os efeitos da música se devem ao fato de seus componentes, principalmente o ritmo, ativarem uma extensa rede de neurônios, as células do cérebro. A música elicia habilidades multi sensoriais, que são centradas ao redor dos domínios auditivos e motores do sistema nervoso. A música de alguma maneira interage com regiões do cérebro responsáveis pela antecipação e planejamento dos movimentos resultando em experiências altamente intensas e prazerosas. Esses efeitos já são comprovados em uma série de artigos publicados em jornais e…