Corinthians

Timão poderá dar atenção total ao Brasileiro

Amigos, Fábio Carille chegou a sonhar com o título da Sul-Americana. Por sinal, o Corinthians não possui essa taça. No entanto, mesmo com a formação praticamente titular, o Alvinegro ficou apenas no empate sem gols, em um jogo no qual Rodriguinho e Jô foram expulsos de campo. A expulsão do Rodrigo foi demais, hein? O homem permaneceu um minuto no gramado. E mereceu a pena, cá entre nós. Bem, dá para notar que a equipe mosqueteira vai enfrentar uma pressão considerável no Morumbi, diante do São Paulo. A vantagem corintiana é enorme no Campeonato Nacional e não creio na reviravolta da competição, mesmo com um tropeço dos virtuais campeões. Afinal, com a eliminação em Buenos Aires, o treinador deve dar atenção completa à disputa que restou.

São Paulo

Tricolor tem tudo para vencer o clássico

Amigos, motivado pelo triunfo sobre o Vitória e com o apoio da galera – embora torcida não ganhe jogo, entendo que o São Paulo pode faturar mais três pontos na próxima rodada e diante do Corinthians, líder disparado no Brasileiro. Enquanto os corintianos viajaram para o jogo da Sul-Americana, Dorival Júnior tratou de aproveitar a semana e pretende acelerar a recuperação são-paulina no Nacional. Bem, ainda não opinei sobre a implantação do árbitro de vídeo, mesmo porque não deverá ocorrer a mesma cobertura de imagens na rodada. Afinal, alguns jogos não recebem o acompanhamento completo, pois existe uma diferença acentuada no número de câmeras. Vejo um risco nesta questão, mas o gol de Jô precipitou a posição da CBF. Não gosto de criticar antes de conferir e como a decisão parece definitiva, devido à repercussão do fim de semana, resta aguardar.

Palmeiras

Sem necessidade de espetáculo

Amigos, concordo com o Dudu. Neste momento, a galera esmeraldina deseja assistir triunfos do Verdão. Acrescento que nem mesmo o Corinthians, líder disparado no Brasileiro, apresenta um futebol de encher os olhos. E o Palmeiras está cada vez mais perto do Santos e Grêmio. A briga será boa pelo vice-campeonato. No entanto, com o elenco que possui, embora sem uma técnica apurada da maior parte, entendo que o Alviverde poderia até sonhar com a primeira colocação e reside neste aspecto uma eventual crítica. Cuca, no entanto, gostou da atuação do time, escalado com Keno, pois necessitava de velocidade, perante vinte e seis mil espectadores no Pacaembu. Destaco a boa jornada de Juninho na zaga, além do seguro Fernando Prass. O arqueiro deve renovar por mais um ano, segundo Maurício Galiotte, presidente periquito. Fiquem com o gol de Jean.

Bastidores

À espera do novo treinador

Amigos, a Ponte Preta está próxima da zona de rebaixamento depois da derrota sofrida diante do Atlético-GO. E como não poderia ser diferente, Gilson Kleina dançou. Ele quase perdeu o cargo diante do São Paulo, mas como a esquadra campineira conseguiu empatar por 2 a 2 no Morumbi, o treinador ganhou uma sobrevida no cargo. A Macaca venceu somente sete jogos no Brasileiro e o Atlético, para efeito de comparação, chegou à sexta vitória. Jorginho e Vadão disputam a preferência dos dirigentes. Bem, entendo que ambos conhecem do riscado e o escolhido terá a ingrata missão de afastar o time campineiro da indesejada degola. Fiquem com os melhores momentos da partida em que a Ponte perdeu em casa, perante cinco mil espectadores. E o golaço do Ronaldo valeu pelos noventa minutos.

São Paulo

Falta pouco para o Tricolor deixar a zona do rebaixamento

Amigos, o São Paulo faturou três pontos fundamentais na briga para fugir da zona da degola no Brasileiro. Derrotar o Vitória por 2 a 1 não foi tarefa fácil, devido à pressão do adversário, mas ressalto que o time baiano é o pior mandante da competição. Curiosamente, na condição de pior visitante, a equipe de Dorival Júnior chegou ao esperado triunfo, embora beneficiada pela arbitragem, pois ocorreu pênalti nítido cometido pela retaguarda tricolor e não assinalado no segundo tempo. Porém, como sempre destaco, ninguém pode garantir que a penalidade seria convertida em um campeonato de tantas cobranças péssimas da marca da cal. Devemos registrar a boa atuação de Cueva em Salvador. A galera são-paulina mostra otimismo e 42.000 ingressos foram vendidos antecipadamente para o clássico diante do Corinthians.

Corinthians

O gol de Jô

Amigos, o Corinthians voltou a ganhar no Brasileiro, mas com um gol polêmico do Jô. De fato, a mancada da arbitragem foi grande, pois o centroavante utilizou o braço para concluir a jogada. Bem, naturalmente, o rapaz respondeu aos questionamentos sobre o motivo pelo qual não informou ao árbitro Elmo Rezende, assim como Rodrigo Caio procedeu em um lance diferente naquele jogo do Paulistão. Cabe perguntar: o atleta são-paulino pediria para que um gol assinalado pelo seu clube fosse anulado? Ainda mais na fase atual do time dele? Por sinal, ocorreu uma penalidade cometida pela zaga tricolor em Salvador e ninguém avisou o homem do apito, não é mesmo? Cabe ressaltar que Jô sofreu também um pênalti ainda no primeiro tempo e nada foi marcado. No entanto, ninguém pode garantir que os corintianos marcariam o gol. Sobre o destino do troféu, tenho escrito faz tempo e não serei repetitivo.

Palmeiras

Felipe Melo terá chance com Cuca

Amigos, Cuca atendeu a imprensa na sexta-feira e concedeu coletiva, na qual adiantou que vai dar oportunidade ao volante Felipe Melo, assim que o jogador estiver bem condicionado físicamente. Portanto, a declaração indica que realmente está tudo bem entre o treinador e Melo. Borja deve ser relacionado para enfrentar o Coritiba, no Pacaembu, na noite da segunda-feira. O técnico também analisou a chance de título no Brasileiro e projetou que as próximas seis rodadas serão decisivas. Bom, escrevi a minha opinião sobre o assunto não faz muito tempo. Caso a competição contemplasse uma decisão entre os campeões de cada turno, o Campeonato Nacional seria mais interessante. Fiquem com a entrevista do Cuca.