Leve a vida leve

E esse medo aí?!

Eu sei… Surge aquela tão sonhada oportunidade: a viagem dos sonhos, o relacionamento tão esperado, a grande promoção… Mas você paralisa. Os pensamentos mais descabidos tomam conta da sua mente. E se der errado? E se não for a hora? E se apostar minhas fichas e falhar? O medo estará presente. Sempre. Em qualquer tipo de mudança que você se propuser a fazer, ele vai aparecer como uma forma de te preservar, de assegurar sua integridade – física,mental ou emocional – e de te manter na zona de conforto. Essa zona de conforto não necessariamente é boa ou realmente confortável. Mas ela é um local conhecido, familiar e natural – por pior que seja – para a sua mente. A proteção pode surgir através do medo frente a algo que nos pareça realmente ameaçador – saltar de um avião sem o equipamento de segurança necessário, por exemplo – ou frente…

Viva Saudável

Como se recuperar do cansaço emocional

Muitas vezes parece mais fácil nos recuperarmos de um cansaço físico do que de um cansaço mental, não é mesmo?! Pior porque o cansaço mental também traz sintomas do físico. Quando sentimos apenas o físico, talvez algumas horas de descanso ou sono sejam suficientes. Mas como descansar do cansaço emocional? O esgotamento mental geralmente surge como resultado de uma sobrecarga: muitas decisões, muitos pensamentos invasivos, muito trabalho, muitas obrigações, muitas interrupções, muita ansiedade, muitos compromissos, muitas mudanças, muitas responsabilidades… Por outro lado, pode ser reflexo de escassez: pouco tempo de qualidade para si mesmo, poucas horas de sono, pouca tranquilidade, pouco equilíbrio. É importante considerarmos que uma mente cansada, esgotada psicologicamente, trabalha e responde a estímulos de outra forma. As pessoas mentalmente cansadas têm uma percepção mais negativa da sua realidade. Além disso, elas são muito mais sensíveis emocionalmente. Erroneamente pensamos que esse esgotamento psicológico se deve a um acúmulo de erros,…

Sem categoria

Você é protagonista ou coadjuvante?

Hoje em dia, com o avanço das redes sociais, vejo muitas vidas sendo comparadas: a blogueira que emagreceu, o Coach que enriqueceu, o cantor que só viaja, a modelo que só posta looks legais. Não nos comparamos apenas a quem está em destaque: muitas vezes fazemos isso com pessoas próximas, pressupondo assim que suas vidas são melhores ou mais confortáveis ou mais interessantes que as nossas. O ato de comparar pseudo realidades – pois o que é comparado nem sempre é verdade: pode ser apenas algo criado para ser exposto ou até mesmo algo idealizado pela nossa própria mente – pode fazer com que encaremos uma grande frustração sobre algo que nem sempre é real. Além disso, comparar-se ao outro, geralmente, pode te colocar em uma posição inferior, gerando sentimentos de ansiedade, angústias até mesmo depressão! Por isso a pergunta que faço é: você é protagonista ou coadjuvante da sua vida?…

Viva Saudável

A real ansiedade

O discurso do ansioso contemporâneo já está batido. Muitas pessoas repetem essa afirmação com base no que ouvem falar. Mas poucas são aquelas que possuem a percepção real da sensação de ansiedade. Será você uma delas? Estar ansioso vai além de simplesmente se preocupar. Diferente de um estado ansioso, é sofrer de transtorno de ansiedade generalizada. Ansiedade significa noites em claro, conforme você suspira e vira de um lado para o outro. É o seu cérebro nunca sendo capaz de desconectar. É a confusão de pensamentos que você tem antes da hora de dormir. É ver todos os seus piores medos se tornarem reais, mesmo nas suas mais inconscientes fantasias. E depois de tantos sonhos e pesadelos, acordar cansado mesmo sendo apenas o início do dia. Aliás, ansiedade é aprender como funcionar em privação de sono porque você só conseguiu fechar os olhos no meio da madrugada. Ansiedade é o…