Estratégia de Estudo

Fórmula da Aprovação – Parte 2: Motivação

WOW

 

Quero conversar com você sobre o primeiro elemento da Fórmula da Aprovação.

Se ainda não a conhece, clique aqui para ver o post anterior.

 

WOW – Sigla do “internetês” para expressar tudo o que é M A R A V I L H O S O !!!

Então, o que é tão excepcional para merecer o primeiro lugar na fórmula?

É simples: O seu motivo, a sua razão para dedicar toda a energia em busca da Aprovação.

Ok, até aí sem novidades, é verdade!

Se eu te perguntar qual o seu propósito, tenho certeza de que rapidamente responderá. Além disso, cada estudante almeja um objetivo diferente!

Porém, o que eu quero conversar com você e, somente com você, é sobre a sua motivação oculta!

(Relaxe, essa conversa é apenas entre mim e você!)

Sim, isso mesmo. Você não leu errado:

Eu escrevi motivação OCULTA.

Oculta? Como assim?

Caso pareça estranho, continue comigo e verá que, na realidade, ela lhe é bem familiar.

Algum dia já teve a chance de avaliar os “diálogos internos” que você participa na sua cabeça?

Se não, pare a leitura desse post um pouquinho e fique em silêncio.

Assim, bem quietinho(a).

Observe.

Reparou que uma voz ficou falando na sua cabeça o tempo todo, fazendo perguntas e quem sabe até reclamando de um monte de coisas.

(Só espero que ela não tenha te aconselhado a desistir de terminar a leitura deste post!)

Enfim, essa voz interna nada mais é do que seu pensamento.

Sorte é quando conseguimos ouvir apenas uma, pois na maioria das vezes, são várias vozes que ficam buzinando o nosso juízo.

Todas são nossas, nenhuma delas pegamos emprestada e sempre as utilizamos para um decisão importante na nossa existência.

O que deixamos de assumir em muitos casos são as reais opiniões, sentimentos e vontades interiores. Aquelas mais profundas cujo mero pensamento faz escapar um sorrisinho no canto da boca.

Normalmente, as pessoas exteriorizam as vontades que entendem ser politicamente corretas, ou seja, que “pegam bem” socialmente.

Não temos coragem de expor os motivos verdadeiros que existem lá na profunidade dos nossos corações.

E, olha, não tem nada de errado nisso!

Numa vida tão exposta como a que vivemos atualmente é bom saber que nem tudo precisa ser compartilhado.

Mas, parece que temos vergonha de assumir que queremos determinado objetivo, seja para nos sentirmos bem, ou mais poderosos, reconhecidos, ou quem sabe receber um salário maior, ter mais qualidade de vida, mostrar que somos capazes…  ufa… um monte de outras coisas!

Logo aparece o sentimento da culpa, a confusão entre o querer conseguir e o receio de estar sendo egoísta.

Realmente, não é fácil. No entanto, isso tudo é possível!

Convido você a encontrar a sua real motivação oculta, aquela que não contaria nem para a sua alma gêmea!

Reconheça a razão que faz brilhar seus olhos, te dá aquele fogo no coração, aquela agitação interna para começar logo o que for preciso para conseguir  – ou seja, só de pensar no seu motivo é impossível evitar a animação!

Estando sua motivação em mãos, USE-A!

Como diz um jingle famoso: Abuse e Use!

Utilize sua razão oculta como combustível para a sua ação.

A partir dese sentimento positivo, espero te encontrar no próximo post em que falaremos sobre o segundo elemento da fórmula, o DO (FAZER).

Até lá!

TAMO JUNTO!!! Nós estudamos e você ? facebooktwitteryoutube



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.